Desde 1978

Quando trocar o pneu do carro?

Segurança é o item número um para todos os motoristas, independente do tipo de automóvel ou da forma que dirige.
Sendo assim, existem alguns itens no seu veículo que merecem atenção ainda maior, para que você possa rodar com tranquilidade.
Com certeza, os pneus estão no topo da lista de qualquer um - especialista ou não. Por isso, hoje nós vamos te mostrar como se manter atento para o estado dos pneus, e quando eles devem ser substituídos.
Vem conferir o nosso artigo sobre o assunto!

Pneus muito gastos ou danificados podem ser um grande problema


Por serem os principais responsáveis pela aderência e estabilidade do veículo, os pneus precisam estar em dia para manter a segurança do automóvel e de seus passageiros.
Criados para aumentar e facilitar o controle dos motoristas, os pneus contam com sulcos que garantem essa tarefa mesmo em terrenos mais escorregadios, como dias de chuva.
Portanto, uma vez carecas, e sem a presença dessas ranhuras, os pneus perdem suas função principal e podem gerar acidentes bem graves.
Mas não é só a perda desses sulcos que gera problemas em sua performance: deformidades, bolhas ou furos também merecem total atenção.
Para além dos mais graves problemas envolvendo a segurança, existe ainda uma punição legal para quem utiliza pneus irregulares. No artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro, em seu inciso XVII, está definido que conduzir veículos em mau estado de conservação gera multa grave, além de penalidades - R$127,68 e 5 pontos na carteira de habilitação.

Qual é a hora certa de trocar os pneus?


Agora já entendemos que é importante manter os pneus bem conservados. No entanto, à partir de que ponto os pneus já deixam de ser considerados seguros, e devem ser substituídos? Vamos tratar deste ponto agora.

Vida útil do pneu


A vida útil de um pneu é bastante relativa - a forma como o veículo é utilizado, bem como a frequência, influenciam diretamente neste quesito.
Por isso, a principal recomendação é sempre verificar o estado dos pneus, e em caso de dúvidas, comparecer a um profissional para que uma análise completa possa ser feita.
Se você quer ter uma ideia dos valores, nós podemos apontar. Segundo alguns especialistas, no caso dos carros populares e mais econômicos, que contam com bom alinhamento e balanceamento, um pneu pode durar até 10 anos.
Já para veículos esportivos ou mais poderosos, que alcançam velocidades superiores aos 210 km/h, os pneus com índices H, Y e ZR devem ser trocados a cada 5 anos, uma vez que precisam de maior aderência.

Banda de rodagem


A parte externa do pneu, que entra em contato direto com o solo, é chamada de banda de rodagem. É nela que existem as ranhuras, que servem para escoar a água, no caso de pista molhada. Por isso, quanto mais gasta a banda de rodagem, menores esses sulcos - e menor a capacidade do pneu de dispersar água.
O consenso geral é de que os sulcos precisam ter, no mínimo, 1,6mm de profundidade para ser considerado seguro. No entanto, medir essa altura não é das tarefas mais simples.
Por isso, os fabricantes criaram o TWI (Tread Wear Indicator), que serve para indicar nas ranhuras quando a banda de rodagem atingiu o limite de segurança. Caso essa pequena marca, antes invisível, chegue a tocar o chão, é hora de trocar o pneu.
Outra forma de medir esse desgaste é com uma moeda de R$ 1: a borda dourada da moeda tem 1,6mm de largura. Portanto, basta inserir a moeda em um sulco, e caso a parte dourada possa ser vista, é hora de trocar o pneu, pois ele já é considerado careca.

Atenção para deformidades nos pneus


Realize você mesmo uma vistoria nos seus pneus, para encontrar qualquer tipo de anormalidade na superfície dos pneus. Vale ficar de olho no surgimento de bolhas, buracos, saliências, rachaduras ou sinais de ressecamento.
Além de afetar diretamente a performance dos pneus, esses tipos de deformidades podem causar a explosão do pneu, e causar acidentes mais graves.
Portanto, fique atento ao sentir tremulações ou dificuldades na direção - por isso, também é fundamental manter em dia tanto o alinhamento quanto balanceamento dos pneus. Caso eles tenham de ser feitos com grande regularidade, é um sinal de que os pneus têm que ser trocados por novos.

As laterais dos pneus


Além da bandagem, que é a principal parte do pneu, vale também ficar de olho em suas laterais, que também sofrem desgaste.
Fique de olho em possíveis sinais de ressecamento, ranhuras, rachaduras, ou mesmo rasgos ou furos. Essas avarias podem ocasionar vazamentos ou até pontos onde pode ocorrer um possível estouro dos pneus.

Não se esqueça do estepe


O estepe também precisa ser trocado, ainda que nunca tenha sido utilizado. Isso porque a borracha que o compõe envelhece naturalmente, o que compromete a estrutura natural do pneu. Dessa forma, recomenda-se que a troca do estepe seja feita a cada 5 anos - claro, em casos onde o estepe foi utilizado, vale conferir o desgaste também.

Pneu tem data de validade?


Você já ouviu dizer por aí que pneus têm data de validade? Então tome cuidado, pois não é bem assim: na verdade, o que existe é data de validade para a garantia.
Ou seja: à partir da data de fabricação, grande parte das fabricantes oferecem 5 anos de cobertura para o caso de defeitos estruturais ou de fabricação. Neste período, é possível solicitar a troca, direto com a empresa.
Mas como descobrir essa data? Simples: nos pneus, há um carimbo com a data de fabricação. É um código na parte externa, onde os últimos 4 números indicam a semana e o ano de produção. Por exemplo, se os números forem 2719, quer dizer que os pneus foram fabricados na 27ª semana de 2019.
Aí, basta acrescer 5 anos e você vai saber até quando seus pneus estão dentro da garantia de fábrica.

Com todas essa dicas, não tem como errar no momento de fazer a troca de pneu. Então rode tranquilamente enquanto acompanhar todas as dicas que trazemos para você aqui em nosso blog.
E se você estiver precisando de uma mãozinha para levar um carro novo para sua garagem, pode contar com a Marinho Veículos. São mais de 40 anos de tradição, oferecendo veículos de procedência, com o melhor pós vendas de toda região de Sorocaba.



<   VOLTAR
>   AVANÇAR

VEJA OS VEÍCULOS
QUE COMBINAM COM VOCÊ

CLIQUE PARA visualizar todos nossos veículos